fbpx

Leo Imamura

Leo Imamura é um mestre brasileiro profissional do Ving Tsun. Ele é um discípulo de primeira geração de Moy Yat e discípulo de segunda geração de Ip Man.

Em 2015, Leo Imamura foi reconhecido como Grão-Mestre pela International Moy Yat Ving Tsun Federation, uma das organizações mais respeitadas do mundo na transmissão e preservação do Sistema Ving Tsun.

Imamura nasceu em uma família de origem japonesa. É filho de Malho Imamura e Mioko Imamura. Os pais de Imamura o envolveram em artes marciais japonesas a partir dos 8 anos de idade. No entanto, após quase uma década de dedicação às artes japonesas, ele encontrou seu verdadeiro caminho no Sistema Ving Tsun.

Foi nessa época de mudanças nas artes marciais que Leo Imamura ingressou na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, tendo cursado cinco anos. Após sua passagem na Universidade de São Paulo, ingressou em outro curso superior na Escola de Educação Física de Santo André, graduando-se lá em 1989. Foi na FEFISA que ele introduziu a disiciplina “Artes Marciais” no Curso de Licenciatura em Educação Física, tornando o primeiro professor universitário de Artes Marciais reconhecido pelo Ministério da Educação e Cultura do Brasil. Seus esforços na área de educação levaram Leo Imamura a receber a comenda da Sociedade Brasileira de Educação e Integração.

Em Ving Tsun, Leo Imamura inicialmente seguiu o Grão-Mestre Li Hon Kay, que imigrou para o Brasil em 1979. Em 1987, ele recomendou a seu discípulo viajar para Hong Kong e aperfeiçoar-se em sua arte. Lá, Imamura foi reconhecido como mestre qualificado pela Yip Man Martial Art Athletic Association, entidade presidida na época pelo Patriarca Ip Chun, filho mais velho do Patriarca Ip Man.

Voltand de Hong Kong, Leo Imamura conheceu o lendário Patriarca Moy Yat em New York e ele decidiu ingressar na Família Moy Yat. Ele se tornou seu discípulo, decidindo começar tudo de novo na arte do Ving Tsun.

Moy Yat deu o nome chinês ao seu discípulo brasileiro de Moy Yat Sang. Em 1988, o patriarca autorizou a fundação da Família Moy Yat Sang e nomeou Leo Imamura como representante da Moy Yat Ving Tsun Special Student Association na América do Sul.

Entre 1990 e 2000, Moy Yat visitou o Brasil seis vezes, consolidando o trabalho de Leo Imamura como líder do Sistema Ving Tsun no continente sul-americano.

kung fu lifePor quase quinze anos, Leo Imamura acompanhou a vida e os ensinamentos de Moy Yat em várias viagens aos Estados Unidos, para absorver o método tradicional de transmissão do Ving Tsun, chamado em chinês por Sam Faat, e comumente chamado de Vida Kung Fu.

Em 1996, Moy Yat outorgou ao seu discípulo brasileiro o título de Senior Master, por ocasião da fundação da International Moy Yat Ving Tsun Federation, entidade que reconhece as escolas e os mestres descendentes da Linhagem Moy Yat, em todo o mundo. Leo Imamura também foi reconhecido em 1998 como Instrutor Sênior pela Hong Kong Ving Tsun Athletic Association, entidade histórica fundada pelo Patriarca Ip Man. Em 2002, com a inauguração do Museu Ip Man na China, Leo recebeu reconhecimento pela contribuição de salvaguardar o Sistema Ving Tsun. Em 2009, acompanhando a atual líder da Linhagem Moy Yat, Madame Helen Moy, ele recebeu uma placa do governo chinês em reconhecimento do Sistema Ving Tsun como Patrimônio Cultural Intangível.

Desde a fundação da sua família kung fu no Brasi, em 8 de agosto de 1988, Leo Imamura agora tem centenas de discípulos e seguidores no Brasil, na Argentina, nos Estados Unidos e na Europa.

Grão-Mestre Imamura também trabalhou com as forças especiais brasileiras, introduzindo o Sistema Ving Tsun em grupos de elite como o BOPE-RJ, a Marinha do Brasil e o Exército, bem como o trabalho das Forças de Paz do Exército Brasileiro pela Organização das Nações Unidas (ONU). Atualmente, ele se dedica a introduzir os conceitos da Inteligência Estratégica Chinesa em um grande número de empresas, mobilizando CEOs e diretores experientes, executivos e gerentes, corporações e pessoas que vêem em sua proposta uma oportunidade inovadora de agir como líderes e formadores de opinião.